Ao contrário do que muita gente pensa, a galinha caipira não é uma raça de galinha. Na verdade, este é o nome que se dá ao galináceo criado solto, tanto em quintais de casas quanto em fazendas especializadas na criação de galinha caipira.

Normalmente, a este tipo de galinha nasce do cruzamento de várias outras espécies e é criada de maneira mais natural, sendo assim uma opção mais saudável para o consumidor, uma vez que essa ave não recebe hormônios e nem é alimentada com ração.

Por essa razão, a procura pela galinha caipira sempre é grande e o seu valor de mercado é mais elevado que dos outros tipos de frango, chegando a custar 20% mais do que o frango de granja industrial, justamente por ser livre de agrotóxicos e possuir uma carne mais saudável e saborosa do que os outros.

O consumo de galinha caipira aqui no Brasil vem crescendo cada vez mais a cada ano que passa, então esse mercado se configura como uma excelente alternativa para quem já trabalha com isso ou está pensando em ingressar na área de criação de aves e, como o valor de mercado deste tipo de galinha é extremamente interessante para o produtor, vale a pena investir na criação de galinhas caipiras.

Por isso, aprender como criar frango caipira corretamente para que as chances de prejuízo sejam muito menores é fundamental. Então, se o seu objetivo é aprender como criar galinha caipira em larga escala para começar a sua criação de galinha para venda, a primeira coisa que você precisa saber é que investir em estrutura é primordial.

Como construir o criadouro para criar galinha caipira?

Como uma das principais diferenças da criação dessas aves com fins de consumo para a criação com fins de comercialização é o tamanho área onde você vai criar as aves, o ideal é que o criadouro seja o maior possível para que as galinhas possam circular livremente, como se estivessem em um quintal ou em uma área rural, ou seja, o mais próximo da realidade desses animais.

frango caipira

O recomendado é que a área comporte até quatro galinhas por metro quadrado, ou seja, o tamanho do seu criadouro vai depender da quantidade de aves que você pretende criar. Também é importante que o chão do criadouro seja de terra para que as galinhas consigam ciscar sem nenhum problema, pois, se o chão for de concreto, elas podem acabar se machucando. Fazendo isso, as galinhas conseguem se exercitar melhor e, consequentemente, se tornam alimentos mais saudáveis para o nosso consumo.

Além disso, você também precisa pensar que o ambiente onde as aves vão ficar deve ser capaz de protege-las de chuva, frio e de outros animais que podem acabar destruindo a sua criação (seja por contaminação, doença ou atividade predatória), mas é importante que as aves recebam luz solar, ou seja, o local precisa ser fechado, mas não totalmente para que as galinhas consigam receber a luz do sol. Também é fundamental que o local não possibilite nenhuma fuga das aves para que você não tenha prejuízo.

Você também pode utilizar o mesmo espaço para construir uma chocadeira, que é uma área de encubação para onde vão os ovos que você quer que sejam chocados para gerar novas aves. Antes disso, você pode separar uma parte dos ovos postos para ser comercializada, mas é preciso acompanhar diariamente a sua criação para que você consiga recolher esses ovos antes de eles serem chocados, pois, se eles forem chocados, não poderão ser vendidos.

Por essas razões, pensar na estrutura é uma parte muito importante para que a sua criação de galinha caipira gere o lucro que você espera. Apesar de precisar de planejamento, o investimento necessário para dar início a sua criação galinha caipira é bem baixo, o que faz desse tipo de criação ser considerado o mais barato e rentável quando comparado com outras criações.

Onde comprar as aves para a minha criação de galinha caipira?

Se o objetivo de uma criação frango caipira é ser o mais natural possível, comprar as aves em uma granja não é uma boa opção, pois você não vai saber a procedência daquelas aves, se já foram alimentadas com hormônios, substâncias com agrotóxicos, etc.

Procure comprar as galinhas matrizes de outros criadores de galinha caipira para que a qualidade da sua criação não seja comprometida em nenhum momento. Se possível, consulte um zootécnico para que ele possa examinar a saúde das suas aves.

Como alimentar as minhas aves?

Quanto a alimentação da sua criação de frango caipira, o ideal é que ela seja feita da forma mais natural possível. As galinhas podem e devem se alimentar à vontade e apenas com milho, que é o alimento próprio dessas aves.

criação de galinha caipiraVocê também pode utilizar alguma ração para frango caipira, uma vez que a ração ajuda bastante no ganho de peso, mas acaba modificando o sabor tradicional da galinha caipira, além de não ser o alimento natural desse animal. Então, se você não quiser comprometer o sabor da sua criação, o ideal é alimentar apenas com milho.

Esse milho pode ser comprado em lugares específicos, como casas de ração, e se você quiser, também pode complementar a alimentação das suas aves com verduras e restos de comida, desde que não seja uma comida muito gordurosa e que não contenha nenhum tipo de carne.

Recomenda-se que as aves sejam alimentadas duas vezes por dia, uma vez pela manha e outra vez na parte da tarde, depois do almoço, para que no dia seguinte as aves comam ainda mais, uma vez que elas passam um longo período de tempo sem receber alimentos. Essa tática ajuda no ganho de peso sem prejudicar a rotina das galinhas.

Cuidados importantes com a sua criação de galinha caipira

A limpeza do criatório de galinha caipira precisa ser feita diariamente para que a criação não seja contaminada com doenças, já que esse tipo de ave costuma defecar bastante, então todo o cuidado com as questões de higiene do seu criadouro é extremamente importante.

Lembre-se também de sempre colocar água limpa para o consumo dos animais, pois isso também ajuda na manutenção da saúde deles.

Utilize vermífugos específicos para galinhas de maneira periódica, para que você consiga proteger a sua criação contra verminoses em geral. Para fazer a aplicação desse medicamento, basta coloca-lo na água do criatório, a cada dois meses.

Dicas valiosas para a sua criação de frango caipira

Na hora de separar os ovos que serão destinados ao consumo dos ovos que serão chocados para gerar novas galinhas, coloque o ovo contra a luz, pois assim você conseguirá ver se ele é fértil ou não. Caso você note na gema do ovo algum sinal de enervação, como pequenas tiras, isso indica que o ovo é fértil e deve ser chocado. Caso você não encontre nenhum sinal de fertilidade, esse ovo pode ser separado para comercialização.

Vale a pena conciliar a criação de galinha caipira tanto para a produção de ovos quanto de carne, pois os ovos desta galinha, chamado de ovo caipira, também possuem valor de mercado mais altos do que os ovos dos frangos de granja, o que pode aumentar o seu lucro com a criação.

 

Como criar galinha caipira?
Rate this post