Ao montar a sua criação de aves, seja ela de galinhas caipira, poedeira ou de frangos de corte, você precisar investir na estrutura do local para que a sua criação cresça saudável e te dê o retorno esperado quanto ao investimento feito.

Se preocupar com o local onde você vai criar suas aves não será a sua única tarefa. você precisa pensar também nas instalações necessárias para que você consiga alimentar e cuidar corretamente da sua criação, e um dos equipamentos mais importantes utilizados em relação a isso é o comedouro para galinhas. Não importa se você tem um pequeno viveiro para galinha ou uma granja enorme, a alimentação das aves é um fator primordial para que a sua criação tenha sucesso.

Além do comedouro, outros equipamentos também são essenciais, como bebedouro para frango, termômetros, bandejas de alimentação, ventiladores, balança e cortinas, por exemplo. Outros equipamentos podem ser necessários, dependendo do tamanho da sua criação de aves. Tais equipamentos podem ser comprados ou feitos pelo próprio criador, o que acaba diminuindo os custos de implantação.

Tipos de comedouros para aves

Existem alguns tipos de comedouros para aves diferentes, com funções diferentes e que servem melhor para determinados tipos de criação. São três os modelos de comedouros mais usados e mais fáceis de encontrar: tipo bandeja, tipo tubular e tipo automático helicoidal, que também é conhecido como tuboflex.

O comedouro do tipo bandeja geralmente é bastante utilizado para alimentar pintinhos nos seus primeiros dias de vida. A bandeja pode ser feita com diversos materiais, como a madeira, o plástico ou a chapa galvanizada, e requer certos cuidados no que diz respeito à qualidade da ração das aves, que precisa ser peneirada, pelo menos, duas vezes por dia para retirar resíduos e manter a bandeja sempre limpa. Esse tipo de comedouro comporta até 80 pintinhos dentro dos círculos de proteção e é temporário, sendo substituído por um modelo de comedouro definitivo a partir do quinto dia de vida dos pintinhos.

uma imagem sobre comedouro para frangos

Os comedouros definitivos podem ser do tipo tubular ou do tipo tuboflex. O comedouro tubular possui preços mais acessíveis e é mais prático, com capacidade para alimentar até 40 aves. É preciso ter cuidado com a disposição do comedouro tubular para facilitar o acesso das galinhas até a ração. Para isso, distribua os comedouros em fileiras com 2 metros de distância entre eles.

O comedouro tubular é feito com chapa galvanizada e, no caso do comedouro tubular infantil, comporta até 3,5kg de ração. Para os comedouros maiores, essa quantidade pode chegar até 20kg de ração, contendo pratos de alumínio, plástico ou chapa galvanizada.

Há também o comedouro tubular de calha, que possui aspectos positivismo e negativos. Ele é mais eficiente no que diz respeito a distribuição de ração, entretanto, ele pode precisar de motores elétricos para que ele consiga distribuir a ração, tornando-o um modelo mais caro. Além disso, esse tipo de comedouro só pode ser utilizado em locais abrigados, pois ele é mais difícil de ser retirado do local, em caso de chuva.

Já o comedouro tuboflex é um comedouro automático para frangos e galinhas. É constituído por um sistema em linhas, que possibilita o ajuste do comedouro de acordo com o tamanho das aves, não precisando de uma regulação manual. Seu funcionamento é relativamente fácil e simples, consistindo em um depósito de ração cuja distribuição nos pratos do circuito é feita por tubos galvanizados com uma espiral, por isso o nome helicoidal, que tem capacidade para 40 aves. Por essa razão, o comedouro tuboflex acaba sendo uma escolha mais segura para os pintinhos, além de diminuir desperdícios de ração e despesas com mão de obra.

Sabendo como cada tipo de comedouro galinha funciona, você conseguirá analisar com mais critérios qual modelo de comedouro frango é o mais indicado para o seu tipo de criação de aves e, caso o seu sistema de criação seja ainda muito pequeno, você mesmo pode improvisar um comedouro para as suas galinhas, com materiais como garrafa pet, cano de PVC e até mesmo de material reciclável.

Saiba mais sobre os tipos de comedouros para galinhas
Rate this post